Ninguém Sabe Pouco o Suficiente

Quando você se vê envelhecendo, talvez seja desmotivador olhar para uma pessoa mais nova fazendo o que, na sua idade, sequer passava pela sua cabeça. Afinal, quando ela chegar a sua idade atual, obviamente se tornará mais sábia do que você foi, considerando o que já era tão nova.


Esse pensamento não representa a realidade.

Quando se compara, é feita uma avaliação tendenciosa com base no conhecimento que gostaríamos de ter, e não no conhecimento em si.

É um erro que cometemos ao enxergar o conhecimento sob uma ótica de unidade. Quando se acredita que o conhecimento é medido linearmente, os critérios se tornam pouco holísticos – e o resultado raramente é motivador.

Sua colega pode complementar seus pensamentos sobre acessibilidade na web. Seu colega que não manja de UX tem dicas de como melhorar a performance da aplicação.

Ninguém sabe pouco o suficiente para ser irrelevante.

E, a não ser que você seja iniciante na sua área, você não sabe menos do que eles. Nem mais.

Diagrama representando conhecimento como ele realmente é
A realidade, muito provavelmente. (Diagrama original)

Respeite as vivências e habilidades suas e de outras pessoas.

Aí, encontramos o melhor delas e de nós.